Setups – 1: Operando ADX/DMI

Começaremos hoje uma série de posts que vão indicar e explicar algumas estratégias de compra e venda que podem ser utilizadas para operações de curto, médio e longo prazo e ainda podem ser rastreadas no Bolsa Financeira, o que torna tudo mais fácil!

Os posts indicarão tanto estratégias com indicadores simples, como estratégias mais completas envolvendo indicadores, suporte & resistência, figuras de reversão, análise de mercado, etc….

Hoje vamos começar com um setup mais simples. Uma simples estratégia para se utilizar o indicador ADX/DMI.

O ADX (Average Directional Index, ou Índice Direcional Médio em português) é um indicador bastante completo que mede a força de uma tendência no mercado. O indicador como um todo é composto por 3 linhas, sendo o DI+ (Positive Directional Indicator) e o DI- (Negative Directional Indicator) indicadores de tendência (compra ou venda) que compõem o próprio ADX e o ADX um oscilador que indica se estas tendências são fortes ou fracas.

Logo, uma estratégia básica de utilização deste indicador será quando uma compra ou venda for indicada ao mesmo tempo em que o ADX indicar tendência forte.

Apesar de ser um indicador que varia de 0 a 100, são consideradas tendências fortes sempre que o ADX se encontrar em valores maiores que 40. Valores entre 20 e 40 são considerados neutros e valores abaixo de 20 são considerados fracos.

Para indicação de compra e venda pelos DI’s deve se observar o cruzamento entre as curvas. Portanto, conforme sugerido pelo próprio nome, sempre que o DI+ cruzar para cima o DI-, haverá uma indicação de compra. O movimento contrário (DI- cruzando o DI+ para cima) indicará momento de venda.

Assim, podemos rastrear facilmente operações para compra ou para venda no Bolsa Financeira, onde a fórmula para os filtros seriam as seguintes:

 

Compra: dipos[1] < dineg[1] and dipos[0] > dineg[0] and adx[0] > 40

Venda: dipos[1] > dineg[1] and dipos[0] < dineg[0] and adx[0] > 40

 

Em ambos os casos a saída tradicional será quando o ADX começar a perder força ou cair abaixo de 40. Apesar de completo, este indicador sozinho não é muito preciso, entretanto combinado com outros indicadores pode ser uma ferramenta muito importante e decisiva. Portanto busque sempre conciliar o ADX com outros indicadores para comprovar as entradas/saídas e diminuir os riscos.

Neste caso o filtro do ADX foi baixado para > 30 para o exemplo, pois a formação > 40 é rara.

Gostou deste último post? Comente e sugira as próximas estratégias que você quer ver aqui!

4 Respostas on “Setups – 1: Operando ADX/DMI”

  1. Sandro says:

    Até que enfim!!! Parabéns!!! Valeu!!!

    Uma fórmula para meu indicador preferido, o DMI, ao lado do IFR. Vou testá-la para compreender como ela funciona. Pouparei meu tempo ainda mais.(Sandrosc)

  2. Rafael says:

    Bem…e bom …muito bom

  3. marcelo047 says:

    Boa noite, estava digitando e não sei se foi enviado o que estava escrevendo.

    Resumindo: Parabenizo pelo excelente conteúdo do site e pelo comprometimento em oferecer uma solução profissional com uma linguagem educacional, voltado tanto para os trades como para um iniciante na Bolsa de Valores.
    Marcelo Borges

  4. marcelo047 says:

    Como sugestão de rastreadores, não sei se já tem um que junte ADX/DMI com o CCI. Gostaria ter saber como montar a fórmula que rastrearia os dois indicadores. Poderiam configurar o CCI – 14/9/6 períodos
    Grato.

Deixe seu comentário